sexta-feira, 16 de março de 2012

Nova ossada é encontrada em quartel no Uruguai

Governo busca restos de vítimas da ditadura




DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS
Autoridades do Uruguai encontraram, ontem, nova ossada em um quartel nos arredores de Montevidéu.
Nesse mesmo lugar, haviam sido encontrados no ano passado os restos de Julio Castro, vítima da ditadura uruguaia (1973-1985), desaparecido em 1977 aos 68 anos -após suposta tortura.
O governo afirma, em comunicado, que "aparentemente se trata de um esqueleto inteiro, ainda que no momento não se possa dar mais detalhes, como sexo e idade".
A busca por restos de desaparecidos se insere nas investigações sobre o desaparecimento de María Claudia García de Gelman, neta do poeta Juan Gelman. O governo uruguaio realiza na semana que vem um ato público reconhecendo a responsabilidade do Estado nesse crime.
O ato cumpre sentença dada em 2011 pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, que condenou o Uruguai pelo desaparecimento em 1976 de María Claudia.

Nenhum comentário: