quarta-feira, 19 de outubro de 2011

PIB volta a desacelerar na China para um 'pouso suave'

Crescimento de julho a setembro foi de 9,1%

FABIANO MAISONNAVE
DE PEQUIM

A economia da China registrou ligeira desaceleração no trimestre passado, reforçando a avaliação de que o governo está conseguindo posicionar o país para um "pouso suave".
O PIB do principal parceiro comercial do Brasil aumentou 9,1% de julho a setembro em relação ao mesmo período do ano anterior. É o terceiro trimestre consecutivo em que o avanço do PIB chinês diminui o ritmo. De abril a junho, o crescimento foi de 9,5%, enquanto no primeiro trimestre deste ano a taxa foi de 9,7%.
O desempenho abaixo do esperado (previsões apontavam 9,2%) teve impacto negativo nas Bolsas da região. O comportamento da economia chinesa tem sido acompanhado em Brasília. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o maior risco externo para o Brasil é a desaceleração do gigante asiático, que é desde 2009 o maior comprador das exportações brasileiras.

Nenhum comentário: