segunda-feira, 18 de julho de 2011

Argentina considera positiva disposição do Irã em colaborar

ATENTADO

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS - O governo argentino considerou "muito positiva" a oferta do Irã de cooperar com as investigações do atentado contra a sede da Amia (Associação Mutual Israelita Argentina), em 1994, que deixou 85 mortos e cerca de 300 feridos.
"Se for confirmado, seria um avanço inédito e muito positivo", disse o chanceler argentino, Héctor Timerman, na véspera do aniversário de 17 anos do pior atentado no país. Entre os possíveis mentores do atentado - o mais grave já ocorrido na Argentina -, está o atual ministro da Defesa iraniano, Ahmad Vahidi.

Nenhum comentário: