quinta-feira, 2 de junho de 2011

Dados negativos puxam ações dos EUA para baixo

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Uma série de relatórios negativos sobre empregos, produção industrial e outros índices econômicos provocaram uma queda de 2% nas ações de empresas americanas.
Foi o maior declínio desde o mês de agosto do ano passado. Os rendimentos do Tesouro americano também caíram abaixo de 3% pela primeira vez no ano.
Entre os principais fatores que contribuíram para a queda das ações estão relatórios de queda nas vendas de automóveis nos EUA e um rebaixamento do crédito da Grécia pela agência de avaliação de risco Moody's.
O índice nacional de atividade industrial caiu para 53,5 pontos em maio, numa escala de 0 (atividade mínima) a 100 (máxima). Foi o resultado mais baixo desde setembro de 2009.
Em abril, o índice tinha sido de 60,4 pontos. Apesar da desaceleração, a indústria dos EUA está em expansão, acima de 50 pontos, por 22 meses seguidos.

Nenhum comentário: