segunda-feira, 2 de maio de 2011

Milhares protestam por aumento no salário mínimo

EGITO

Milhares de trabalhadores egípcios fizeram uma manifestação na praça Tahrir, no Cairo, ontem, no Dia do Trabalho, exigindo um aumento no salário mínimo mensal do país, que é de 400 libras egípcias (US$ 67), além de outros direitos trabalhistas.
A manifestação não é diretamente relacionada aos protestos em massa de alguns meses atrás, que levaram à queda do ditador Hosni Mubarak e que foram, em grande parte, desencadeados por razões econômicas.
"Salário mínimo de 1.500 libras!", dizia um dos cartazes erguidos acima da multidão.
Mubarak deixou o cargo em 11 de fevereiro, após semanas de manifestações na praça, epicentro dos atos.
Folha de São Paulo, 02/05/2011

Nenhum comentário: