sexta-feira, 20 de maio de 2011

Inventando novas razões para os EUA

Obama tenta preencher o vácuo que se forma no Oriente Médio e no Norte da África, mas o presidente americano tem mais boas intenções do que dinheiro.

DAVID E.
SANGER
THE NEW YORK TIMES

Depois de meses de luta na Casa Branca para conciliar os interesses com os valores americanos nos levantes árabes, Barack Obama se colocou ontem ao lado dos valores, comparando as revoltas na região com a Independência dos EUA e com o movimento pelos direitos civis. Mas, mesmo com Obama pedindo que a região abrace a autodeterminação como caminho para a paz e para a prosperidade, ele não deixou claro até onde os EUA iriam na adoção de medidas concretas condizentes com seu entusiasmo em apoiar a transformação de uma região caracterizada por repressão, pobreza, frustração e irritação.

Baixe e leia a reportagem completa: clique aqui

Nenhum comentário: