terça-feira, 10 de maio de 2011

Fim da era do Oriente Médio a granel

Todo mundo vai ter de pagar mais pela estabilidade, entre eles Israel e as monarquias árabes, que ofereceram falsas reformas

THOMAS L.
FRIEDMAN
THE NEW YORK TIMES

Quando você examina as diferentes “vitrines” no Oriente Médio, fica cada vez mais aparente que as rebeliões árabes estão acabando com a era do “Oriente Médio a granel” e prenunciando a era do “Oriente Médio no varejo”. Todo mundo vai ter de pagar mais por sua estabilidade. Comecemos com Israel. Durante os últimos 30 anos, Israel desfrutou da paz como Egito atacadista, mantendo a paz com um único homem, Hosni Mubarak. Esse negócio acabou. Hoje, neste período pós-Mubarak, para manter o tratado de paz com o Egito de uma maneira estável, Israel vai ter de pagar o preço do varejo. Terá de fazer a paz com 85 milhões de egípcios. Os dias em que um telefonema de Israel para Mubarak conseguia encerrar qualquer crise nas relações acabaram.

Estadão, 10/05/2011

Baixe e leia a reportagem completa: clique aqui

Nenhum comentário: